Como aumentar a produtividade e o foco

Você já reparou que quando há algo importante a fazer, frequentemente o cérebro fica nos lembrando da tarefa pendente?

Por exemplo, procurar um documento, pagar uma fatura, agendar uma consulta médica, anotar uma ideia, comprar algo não habitual no supermercado, verificar o extrato bancário… enfim, são várias “pequenas” tarefas importantes que não fazem parte do cotidiano que ficam “martelando” na mente.

 

post-it-em-branco

 

Se a tarefa puder ser concluída em pouco tempo, o ideal é executá-la logo, resolvendo assim a questão.

Se isso não for possível, o ideal é anotá-la em uma Lista de Tarefas ou em uma Agenda, pois dessa forma o cérebro fica “liberado” da obrigação da lembrança contínua da questão pendente.

 

O resultado?

A concentração, o foco e a produtividade melhoram significativamente.

Simples e eficaz.

Em minha vida esse hábito tem proporcionado excelentes resultados e espero que aconteça o mesmo para você.

Recomendo também a leitura da resenha do livro Você sabe estudar? – Parte 1 e Parte 2, que aborda técnicas para a obtenção de melhores resultados nos estudos.

 
Créditos da imagem: Graphics Mouse – Free Digital Photos

 

9 comentários em “Como aumentar a produtividade e o foco”

  1. De fato, administrar hoje nosso foco é um dos maiores desafios. A vida moderna trouxe facilidades (O Google Keep, por exemplo, para anotar lembretes e compartilhá-los facilmente) e dificuldades (apps de comunicação principalmente – as pessoas acham que vc sempre deve estar disponível para responder tudo rapidamente, deixando vc sempre "ligado"..).

    Enfim, focar e não se deixar levar pelo estresse diário é um dos pontos mais importantes em nossa vida – como bem é dito no capítulo 3 do livro recomendado. Afinal, nem sempre o que é urgente é mais importante.

    Abraço!

    Responder
  2. André,

    A modernidade tem mesmo seus prós e contras, por isso precisamos ter disciplina e discernimento para saber quais são as coisas que realmente nos levarão aos nossos objetivos, sem deixarmo-nos distrair tanto.

    Sobre estar conectado o tempo todo, já ouvi pessoas falarem que se estiverem sem o celular é como se lhes faltasse uma parte do corpo. Será mesmo? Eu acho que o celular é muito importante atualmente e facilita muito nossa vida, mas não podemos nos tornar tão dependentes dele. Nossos hábitos podem sempre nos ajudar ou nos atrapalhar.

    Abraços,

    Responder

Deixe um comentário