Há um tempo certo para cada coisa na vida

Tudo tem uma razão de ser de acordo com nossas escolhas passadas.

Inevitavelmente sempre colheremos o que um dia plantamos.


Muitas vezes a colheita pode até demorar mais, como no caso de hábitos alimentares errados, mas a demora não significa que não haverá colheita. Aliás, não é raro que a colheita seja bem difícil e que cause muito sofrimento.


placas-em-direcoes-opostas

 

Os resultados não são frutos do acaso, pois somos responsáveis por nossas escolhas. 

Somos responsáveis por nossos hábitos, sejam eles bons ou ruins. Somos responsáveis por nossa saúde e pelo cuidado com os mecanismos tão resistentes e por vezes tão frágeis do corpo humano.


Somos responsáveis pelo que contemplamos, pelo que ouvimos, pelo que falamos, pela rotina que criamos, pelo que deixamos entrar e habitar em nossa mente. Apesar de parecer algo trivial ou até sem importância, muitas vezes nos esquecemos de que são exatamente tais coisas que moldarão nossos pensamentos e como consequência, nosso futuro.


Em suma, somos responsáveis por nossa própria vida.

Por isso, hoje eu gostaria de compartilhar uma música. É bem provável que você já a tenha ouvido. A considero muito boa para reflexões mais profundas sobre a vida e também para ações no sentido de ir em busca do que se almeja e evitar ou dar um basta em tudo o que não queremos que faça mais parte de nossa vida.

Gostaria de te levar também a refletir sobre o tema: o que você tem feito com a sua vida?


Tem mergulhado no mar de ilusões da modernidade ou está atento à sua própria essência e aos objetivos que são realmente seus?


Abaixo do vídeo está a letra – uma boa maneira de também treinar o seu inglês.


Turn, Turn, Turn
The Byrds

To every thing, turn, turn, turn
There is a season, turn, turn, turn
And a time to every purpose under heaven

A time to be born, a time to die
A time to plant, a time to reap
A time to kill, a time to heal
A time to laugh, a time to weep

To everything, turn, turn, turn
There is a season, turn, turn, turn
And a time to every purpose under heaven

A time to build up, a time to break down
A time to dance, a time to mourn
A time to cast away stones
A time to gather stones together

To everything, turn, turn, turn
There is a season, turn, turn, turn
And a time to every purpose under heaven

A time of love, a time of hate
A time of war, a time of peace
A time you may embrace
A time to refrain from embracing

To everything, turn, turn, turn
There is a season, turn, turn, turn
And a time to every purpose under heaven

A time to gain, a time to lose
A time to rend, a time to sew
A time for love, a time for hate
A time for peace, I swear it’s not too late

 

 

 
Vire, Vire, Vire – Tradução
Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu
Um momento para nascer, um momento para morrer
Um tempo para plantar, um momento para colher
Um momento para matar, um momento para curar
Um momento para rir, um momento para prantear
Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu
Um momento para edificar, um momento para desmoronar
Um momento para dançar, um momento para se condoer
Um momento para espalhar as pedras
Um momento juntar pedras
Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu
Um momento para amor, um momento para ódio
Um momento de guerra, um momento de paz
Um momento em que você deve abraçar
Um momento para abster-se de abraçar
Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu
Um momento para ganhar, um momento para perder
Um momento para rasgar, um momento para costurar
Um momento para amar, um momento para odiar
Um momento para paz, eu juro que não é tarde demais
Não sei se você sabe, mas a letra dessa música foi extraída de Eclesiastes 3. E também sei que se eu tivesse dito isso no início, alguns leitores não se interessariam pelo post.

 

Crédito da letra e tradução: Letras
Créditos das imagem: Oberholster Venita – Pixabay

 

14 comentários em “Há um tempo certo para cada coisa na vida”

  1. Gostei da música, da letra e do tema que abordaste. Precisamos ser responsáveis pelas nossas escolhas na vida, elas nos levarão pela vida afora…Lindo post! beijos, ótimo dia! chica

    Responder
  2. Luvinalva,

    Muitas vezes não estamos atentos ao fato de que há um tempo para casa coisa. Ainda mais na sociedade atual, com tantas tarefas, tantas demandas… sendo muitas delas tão irrelevantes!

    O livro de Eclesiastes também é um dos meus preferidos. Fala sobre a finitude da vida de uma forma muito poética e intensa ao mesmo tempo.

    Bom saber que gostou da música! 🙂

    Boa semana!

    Responder
  3. Em relação à vida… costumo seguir a máxima do grande Prof. Agostinho da Silva… não faço planos para a vida, para não estragar os planos que a vida tem para mim… confessando não ser dada a grandes reflexões retrospectivas… por não me arrepender de nada que tenha feito ou não tenha feito… pois não me cobro demasiado! Tudo é fruto das circunstâncias… se as mesmas surgem numa altura apropriada ou não… eu prefiro ir ao sabor da corrente… go with the flow… pois até ao nosso último minuto… estamos sempre a tempo de alguma coisa, a que nos proponhamos… e todos devemos assumir a responsabilidade pelas nossas vidas… se não o fizermos… quem o fará?
    Adorei recordar esta bela melodia, que já não ouvia há algum tempo!
    Beijinhos! Continuação de uma boa semana! Finalmente conseguindo passar por aqui… as medidas de precaução, tentando evitar que a minha mãe, faça parte das estatísticas diárias do Covid… tomam muito do meu tempo… nesta nova anormalidade, em que se tornou a nossa nova normalidade, e realidade…
    Ana

    Responder
  4. Ana,

    "não faço planos para a vida, para não estragar os planos que a vida tem para mim…"
    Gostei da frase, eu ainda não a conhecia.
    Muitas vezes fazemos – e até forçamos – tantos planos, que mais na frente percebemos que não eram para nós. Quanto tempo, quanta energia e quantos recursos utilizados sem resultados! Por isso, precisamos o autoconhecimento é tão importante, pois na sociedade atual, com tantas ofertas de tudo, muitas vezes já nem sabemos mais o que realmente nos interessa de verdade e o que é somente um interesse pontual de ocasião ou convívio.

    Espero que sua mãe continue com muita saúde e passe imune por tudo isso. Aliás, espero que o mesmo ocorra com todos nós.

    Boa semana!

    Responder
  5. Stark,

    "Essa coisa da colheita e do plantio é uma das coisas mais fascinantes da vida."
    Sua frase ficou perfeita.
    Quem pensa assim, consegue entender a grande responsabilidade que há nas próprias escolhas.

    Bom te ver por aqui. 🙂

    Boa semana!

    Responder

Deixe um comentário