Onde foi que a humanidade errou?

Não precisamos de tanto para viver, mas sim de mais consumo consciente

Precisamos aprender a valorizar mais o ser e menos o ter


Pensando no mundo em que vivemos, escrevi esse poema… 

Onde foi que a humanidade errou?

Olhando ao redor percebo olhares tristes

Olhares vazios, preocupados, ansiosos e distantes
Talvez o principal motivo seja o nosso estilo de vida
Tão insano e tão inconstante

A substituição do SER pelo TER 

Tem criado máquinas de consumo
Sempre abertas às últimas novidades
Em um círculo vicioso que beira o absurdo

Dormir adequadamente

Virou perda de tempo
Os hábitos saudáveis
Parecem ter sido levados pelo vento

Tanto consumo

Parece não resolver o problema
Já que a maioria aparenta
Não se sentir satisfeita 

Percebo olhares tristes

Destituídos de contentamento
Apenas um fraco vislumbre
Da ânsia por bons sentimentos

 

 

 

Leave a Comment