Seja gentil com você mesmo

Seja sincero: você é gentil com você mesmo? Ou costuma se tratar de forma mais agressiva, rígida e autocrítica?

Você já reparou que quanto mais cruel for a sua comunicação interna, mais o medo e a insegurança se sobressaem, tornando a vida mais pesada?

 

formiga carregando pedra muito pesada

 

Exageros desnecessários

Querer ser bem-sucedido na vida é algo bom, justo, digno e saudável. Porém, nem sempre as coisas saem conforme o planejado. Ou talvez, quase nunca.

E são em momentos assim que o diálogo interno cruel e implacável aparece.

Como você lida com esse diálogo?

Deixa o encadeamento de pensamentos seguir seu próprio rumo ladeira abaixo? Ou questiona tais pensamentos?

 

Uma grande e incômoda verdade

Poucas pessoas aprenderam a lidar com seus pensamentos e emoções de maneira adequada.

Poucas pessoas conseguem colocar em prática o ato de respirar fundo ou contar até 10 antes de dar uma resposta que provoque mais ira, confusão e discussão.

Se muitas vezes o padrão utilizado com os outros é assim, imagine o desastre que ocorre no diálogo interno, no qual geralmente o nível de exigência e crueldade é bem maior.

 

Você é gentil com um amigo em dificuldade?

Tenho quase certeza que sim.

Como você trata esse amigo que não está bem?

Você é cruel e implacável com ele?

Ou demonstra compaixão, cuidado e fala com uma voz calma e controlada para que seu amigo se sinta melhor e mais animado?

O que você quer é que ele veja uma luz no fim do túnel, que tenha esperança de que essa fase ruim irá passar.

Seu objetivo é ver seu amigo melhor após a conversa. E não pior.

E por que você não é gentil da mesma forma consigo mesmo?

Se você quer ajudar seu amigo com palavras de ânimo, porque não faz o mesmo consigo mesmo?

Seja mais compassivo, compreensivo e gentil em seus diálogos internos!

Procure entender da maneira mais racional possível o motivo de algo não ter dado certo.

Faça o possível para não se deixar levar pelas emoções, pois se elas ocuparem o lugar da razão, em pouco tempo os pensamentos críticos e agressivos estarão presentes. E eles acabarão com qualquer possibilidade de que exista um raciocínio mais claro, produtivo e voltado para soluções – e não para acusações.

 

Paz

Há muito tempo ouvi uma frase que faz muito sentido para mim.

Se você quer paz, tenha pensamentos e sentimentos de paz.

Sei que não é fácil, ainda mais na confusa sociedade atual. Porém, um pouquinho de pensamentos e sentimentos de paz que cada um de nós consiga alcançar, já pode fazer uma grande diferença em nossas vidas.

Um pouco de paz pode abrandar a crítica cruel e implacável, pois paz e crueldade não podem habitar ao mesmo tempo em uma mente saudável.

Paz, gentileza, bem-estar, amor-próprio e compaixão podem estar presentes de uma forma extraordinariamente harmônica na mente e no coração.

 

seja gentil com você mesmo flor com emoticon sorrindo e água por baixo

 

Seja gentil com você mesmo!

Da próxima vez em que você perceber que está exagerando na autocrítica, pense no que falaria para um amigo na mesma situação.

Não permita que pensamentos perturbadores se reproduzam em sua mente a ponto de serem os únicos a ecoarem dia e noite.

Pense na paz. E no quanto ela é essencial para a sua vida.

Pense em tudo o que conquistou até hoje. E seja grato por isso.

Pense no quanto você quer alcançar. E não no que você quer evitar.

        

Sei que a sua intenção não é a auto destruição. Por isso, tenha muito cuidado com as sequências de pensamentos destrutivos, que quase sempre começam de forma sutil, imperceptível. E sinistra.

Pense no quanto você é importante.

Amado.

Admirado.

Estimado.

Trate a si mesmo com amor. E com valor. Com o mesmo cuidado e amor que trata as pessoas queridas.

Gentileza gera gentileza. Inclusive de você para você mesmo. Quanto mais ela estiver presente em seus pensamentos, mais você se tratará de forma gentil e amistosa.

Com o tempo você perceberá que ser gentil, compassivo e amoroso consigo mesmo é uma das mais importantes decisões que você pode ter na vida.

 

Gostaria de compartilhar um excelente post escrito pelo Guilherme, no blog Valores Reais: Você precisa se perdoar mais. Vale muito a pena a leitura!

 

Créditos das imagens: Pixabay

 

 

        

11 thoughts on “Seja gentil com você mesmo”

  1. Perfeitas tuas palavras! Se não formos gentis conosco mesmo, a como poderemos ser com os demais? Belo e sábio conselho e lembrete! beijos, linda semana! chica

    Reply
  2. Olá Rosana, gosto de ler estes pensamentos e que acabam sendo um processo de viver mais leve e mais construtivo. Amar-se é buscar a paz continuamente, com esta a mente raciocina melhor é sabido. A cobrança de si, é algo real e escapar desta armadilha, não é nada fácil neste mundo que vivemos, onde tudo nos convida ao acelerar e daí vem a perturbação, que rouba a paz e nos coloca nesta estrada das lamentações e depressões, que é o mal do século. A gentileza vem como o balizador de todo este processo. Por que posso e devo ser gentil para com os outros e comigo não? Eis a questão, que resolvida nos possibilita reação.
    Muito boa sua postagem.
    Abraços e paz no coração.

    Reply
    • Toninho,

      “Amar-se é buscar a paz continuamente, com esta a mente raciocina melhor é sabido.”
      Gostei muito dessa frase. A paz e o amor-próprio podem nos levar a discernir melhor o que realmente importa, a deixar a mente descansar em vez de sob recarregá-la com pensamentos inúteis e prejudiciais.

      Vivemos em um mundo que nos entrega exatamente o contrário de tudo isso. Por isso, cada vez mais do que nunca, precisamos decidir escolher quais pensamentos queremos que façam parte de nossa vida. Pois no final das contas, são eles que está moldando o nosso futuro.

      Boa semana!

      Reply
  3. Nossa, Rosana, que texto magnífico!

    Concordo com você: a autocrítica às vezes é feita sem a dosagem adequada, empurrando muitas pessoas para coisas como depressão e angústia.

    Por uma feliz coincidência, eu estava escrevendo um texto pro meu blog, abordando um tema parecidíssimo, que é a necessidade de as pessoas se perdoarem mais. Vou até linkar seu texto no meu a ser publicado semana que vem.

    Abraços!

    Reply
    • Guilherme,

      E muitas vezes, a autocrítica é tão automática, que a pessoa nem sabe por que está se sentindo tão mal, tão desanimada.

      Bom saber que gostou do meu post! 🙂

      Agradeço pelo link. Quando o seu texto estiver no blog, vou colocar o link aqui também.

      Boa semana!

      Reply
  4. Olá Rosana
    Bela postagem. Gostei da frase: “trate a si mesmo com amor. E com valor. Com o mesmo cuidado e amor que trata as pessoas queridas.” Ter bons pensamentos faz toda diferença. Bjs querida.

    Reply
    • Lucinalva,

      E muitas vezes nem imaginamos o quanto nossos pensamentos podem estar a nossos favor. Ou contra nós.

      Bom saber que gostou dessa frase do post. 🙂

      Abraços,

      Reply

Leave a Comment