Novamente – a importância da renovação diária

Mudar hábitos não é fácil.

Quando a mudança é uma de suas metas, você sabe que percorrerá um longo caminho para conseguir substituir o hábito antigo pelo novo.

Agora, imagine que você ainda não tenha plena consciência de que um hábito precise ser modificado.

Nesse caso, a mudança é totalmente improvável.

Porém, é exatamente aqui que se encontram muitos de nossos hábitos.

 

Os clássicos

Abaixo estão dois hábitos negativos que fazem parte da vida de muitas pessoas.

 

1) Reclamações intermináveis

É bem provável que você conheça alguém que tem o péssimo hábito de reclamar sobre tudo o que puder.

Há reclamações sobre o frio, calor, chuva, sol, trânsito, saúde, preços, trabalho, salário, família, programas de televisão, filmes, jogos, política, futebol… Enfim, a lista de tópicos é interminável para quem tem esse hábito.

 

2) Vitimização

A culpa é sempre do outro. Jamais da própria pessoa.

E a lista de culpados é criativamente abrangente: pode ser desde o Governo até um pequeno desnível na calçada que causou um leve tropeção.

Porém, o mais comum é culpar outras pessoas por tudo que der errado.

A pessoa que possui esse hábito quase nunca assume a responsabilidade por suas atitudes – ou pela falta de atitudes.

 

O papel do tempo no fortalecimento e consolidação dos hábitos

Há uma teoria que diz que para ser realmente bom em algo, você precisa treinar cerca de 10.000 horas.

Para se destacar em algum esporte, em tocar algum instrumento musical, sempre é necessário muito treino – exceto para quem está acima da média.

Agora, imagine os hábitos que citei sendo praticados por um período semelhante.

O resultado: pessoas virtuosas na arte da reclamação e da vitimização.

Para economizar energia, o cérebro sempre prefere percorrer o caminho já conhecido.

Assim como é muito mais fácil andar por uma trilha batida no meio do mato do que caminhar em meio a grama batendo nos joelhos, o cérebro também prefere o caminho mais percorrido.

As sinapses cerebrais mais utilizadas levam muita vantagem diante de outras que precisam ser criadas, trabalhadas e praticadas.

Criar novas sinapses é algo que exige muita disciplina, motivação, interesse e persistência, pois mudar algo que é praticamente automático e inconsciente dá bastante trabalho.

Porém, os resultados valem o esforço.

 

ilustração duas partes do cérebro com as palavras lógica e criativa ao lado de cada uma

 

Nova mente – a importância da renovação diária

Você costuma questionar seus hábitos e atitudes?

Sabia que muitas vezes, eles estão prejudicando o alcance de seus próprios objetivos?

Assim como os hábitos bons precisam ser reforçados, os hábitos ruins precisam ser substituídos. E esquecidos.

É impossível conseguir uma nova mente continuando com o mesmo “modus operandi” da velha mente.

 

Pequenas mudanças – Grandes resultados

A cada dia você pode renovar a sua mente através de pequenas atitudes.

Muitas vezes, algo que parece tão pequeno pode fazer uma grande diferença ao se tornar um auxiliar para que hábitos mais relevantes, como os citados no início do post, percam a força ou sejam substituídos por outros mais adequados e que estejam em harmonia com os objetivos e com o tão almejado bem-estar.

 

Você é capaz!

Você pode substituir hábitos nocivos à saude por outros que sejam saudáveis, como alimentar-se bem, dormir a quantidade de horas que seu corpo necessita, praticar exercícios físicos e ter momentos de relaxamento.

Você pode vigiar sua mente e não deixar que sequências de pensamentos negativos sejam alimentadas e fortalecidas.

Ao perceber um pensamento negativo, você pode interrompê-lo para que os próximos não apareçam e se tornem uma terrível sequência que o deixarão desanimado, desmotivado e triste.

Você pode aprender mais sobre um assunto de seu interesse.

Algo que você goste, mas que foi deixado para depois por causa das prioridades das etapas da vida.

Você pode alegrar e surpreender pessoas queridas com palavras de gratidão e valorização.

Essas atitudes simples, que muitas vezes são negligenciadas e esquecidas podem fazer muito bem para que recebe e também para quem dá.

Você pode olhar para a natureza de uma maneira diferente, reparando em detalhes que não havia notado antes.

E acredite: sempre haverá algo que você não havia reparado ainda.

Pode ser que esse algo te surpreenda, pois você notará a existência do simples e do complexo juntos, em perfeita harmonia e sincronia.

Você pode dedicar mais tempo à sua própria higiene mental, mesmo em meio à tantas atividades da vida moderna.

Silencie a mente, sinta a sua própria respiração e o pulsar da vida dentro de você.

Pratique mindfulness, ouça músicas tranquilas, caminhe prestando atenção em cada passo e no equilíbrio corporal.

Procure ler e ouvir sobre assuntos que te farão bem. As notícias são importantes, pois afinal de contas, fazemos parte da sociedade. Mas que sejam na medida certa, pois ninguém precisa de tantas informações que não mudarão em nada a sua própria vida para melhor.

Aliás, muitas vezes as notícias até acabam fortalecendo a ideia de que o mundo vai de mal a pior, etc.

O que se pode aproveitar de bom desse tipo de raciocínio? Geralmente, nada.

Você pode descartar, vender ou doar objetos que sabe que não usará mais ou que não fazem mais sentido para você.

Muitas vezes o apego fala mais alto e dessa forma, a mente e a vida ficam tão preenchidas com o passado, que o novo não consegue entrar. Não me refiro aqui apenas a matéria, mas também à ideias e velhos e ultrapassados conceitos que não se adequam mais à sua vida atual, mas que continuam morando em sua mente.

Você pode abrir espaço em sua mente e em sua vida para um novo projeto, uma nova ideia, um novo estilo de vida.

Você pode dar mais valor ao que realmente importa. Já pensou sobre isso?

Quais são as coisas mais importantes para você?

Seja sincero consigo mesmo: estão elas sendo prioridade em sua vida?

Será quem um estilo de vida mais simples e econômico não poderia proporcionar mais tempo e recursos financeiros para as áreas mais importantes?

Você pode viver um dia de cada vez, sem deixar que as tristezas do passado e as preocupações do futuro atrapalhem o único momento que você tem de verdade: o momento presente.

 

pessoa-de-bracos-abertos-ao-por-do-sol

 

Conclusão

Mudar hábitos e pensamentos não é fácil. Porém é possível. E necessário.

Velhos hábitos e velhas atitudes resultam em uma vida que insiste em continuar no passado.

Em uma vida estacionada.

Em uma vida que não desenvolve o seu próprio potencial.

Procure sempre aprender mais.

A mudar sua forma de pensar e de agir.

A cada manhã você pode fazer algo diferente.

Você pode melhorar em algum aspecto.

Você pode almejar ter uma nova mente.

Uma nova mente que procura novos caminhos, novas ideias e novas soluções.

Uma nova mente que te conduza, através de suas próprias atitudes ao que realmente importa para você.

Quem em todos os dias de sua existência, você tenha vontade, motivação, interesse e disposição para permitir que a renovação diária e a nova mente façam parte de sua vida.

 

Créditos das imagens: ElisaRiva e Geralt – Pixabay

 

20 thoughts on “Novamente – a importância da renovação diária”

  1. Muito lindo e tema que interessa sempre! Todos precisamos estar abertos às mudanças, ainda que fácil não seja! Vontade firme ajuda! Lindo dia! beijos, chica

    Reply
  2. Boa noite de paz, querida amiga Rosana!
    Hoje vou me deter nas pessoas que reclamam de tudo, são uns chatos. Sempre se esquivam de responsabilidades pessoais. Acusam o outro de pôr peso neles, mas são paralelepípedos na vida dos demais.
    A vida necessita de leveza e ela é tão curta.
    Gostei muito desse ítem que comentei.
    Tenha dias abençoados!
    Beijinhos com carinho e gratidão

    Reply
    • Rosélia,

      “Acusam o outro de pôr peso neles, mas são paralelepípedos na vida dos demais.”
      Achei muito interessante o termo paralelepípedo. Nunca tinha visto essa comparação que faz tanto sentido. Ficou excelente!

      É fácil se esquivar das responsabilidades, deixar tudo para outras pessoas. Porém, isso só ocorre porque os outros aceitam. No início, o que é feito até com certa boa vontade, no sentido de ajudar, acaba tornando-se até uma obrigação.

      Por isso, precisamos estar muito atentos. Ajudar é bom e faz bem. Mas quando percebemos que o outro começa a transferir suas responsabilidades é necessário cortar o mal pela raiz.

      “Hoje vou me deter nas pessoas que reclamam de tudo, são uns chatos. ”
      Já reparou que quem está preocupado em reclamar quase nunca está ocupado em encontrar soluções para os problemas?

      “A vida necessita de leveza e ela é tão curta.”
      Você disse tudo.

      Abraços,

      Reply
    • Voando abaixo do radar,

      Interessante o que você falou sobre a humildade, pois ela nos faz diferenciar de forma mais clara as ilusões e distrações do mundo do que realmente importa e assim seguir pelo caminho do equilíbrio, da serenidade, da paz e da vida com real significado.

      Abraços!

      Reply
  3. Uma publicação extremamente interessante!
    Mudanças são bem salutares na nossa vida! E pequenas mudanças… podem-nos inspirar para dar passos maiores nesse sentido, e em muitas outras áreas… mas tudo pode começar com um pequeno primeiro passo…
    Deixo um beijinho, estimando que tudo esteja bem, aí desse lado! Demorei um pouco a passar por aqui… em pandemia, estou com o meu tempo muito sobrecarregado, com os afazeres habituais, e as rotinas de prevenção caseiras referentes a tudo o que entra em casa… que deva ser lavado/desinfectado, por causa da minha mãe. Mesmo com vacinas… os contágios estão a regressar, e os mais vulneráveis, estão de novo na primeira linha da pandemia.
    Estudos vêm confirmar o que já se desconfiava há algum tempo… a eficácia das vacinas, dura aproximadamente 3 meses… qualquer uma… apenas têm a vantagem de evitar quadros graves da doença, mas não impedem contágios… pelo que aqui estou de novo, com as máximas precauções em casa…
    Cuide-se ao máximo, Rosana! Ainda estamos bem longe, de podermos dar esta pandemia como terminada, infelizmente!
    Tudo de bom!
    Ana

    Reply
    • Ana,

      Pequenas boas mudanças somadas ao longo do tempo podem gerar sólidas e positivas transformações.

      Um ano e meio de pandemia… Isso tudo mostra o quanto a humanidade não estava (e parece que ainda não está) pronta para lidar com um problema dessa magnitude. Continuemos com os cuidados básicos necessários, pois com as mutações, parece mesmo que tudo isso está bem longe de acabar.

      Espero que você e sua mãe estejam bem! : )

      Boa semana!

      Reply
  4. Boa noite Rosana e bom domingo de feliz semana.
    Uma abordagem bem feita e precisa sobre os hábitos e ou costumes, que acabam por enraizar e mudar toda nossa vida. Mudar não é mesmo tarefa fácil, primeiro é preciso ter a consciência e depois se permitir à mudança, que pode parecer rompimento com sua zona de conforto. Toda mudança carrega um grau de insatisfação e assim perde-se o tamanho do problema, que cresce a cada dia. As pessoas reclamonas como dissemos, são realmente péssimas companhia e tendem a nos deixar para baixo e ofuscam nossa paz e felicidade. Eu conheço muita gente que digo mal amada, pois para elas nada está bom e são daquelas que veem cisco no olho alheio e não a estaca nos próprios olhos como diz na escritura sagrada. Viver por viver repetindo atos estereotipados é uma certa comodidade das pessoas, com uma filosofia de que está dando certo, não precisa mudança, ledo engano, nada vai bem, tudo precisa miudar.
    Grato por mais esta bela postagem, que faz olhar para dentro, que faz repensar amiga.
    Carinhoso abraço e tudo de bom.

    Reply
    • Toninho,

      Por tudo o que disse, é essencial termos plena consciência de nossos pensamentos, atitudes e objetivos, pois no futuro, quantos de nós não ficaremos arrependidos por continuar tanto tempo na zona de conforto?

      Precisamos olhar para dentro com mais frequência, honestidade e sinceridade, pois como você disse, não podemos viver repetindo atos estereotipados ou só por que “todo mundo está fazendo”. Precisamos ter mais consciência de quem somos e do que realmente queremos para nossa vida.

      Boa semana!

      Reply
  5. Olá Rosana!

    “E acredite: sempre haverá algo que você não havia reparado ainda.” Que frase incrível, imagino eu que se encaixe para tudo na vida, constantemente devemos praticar isso para alcançar a renovação constante…

    Forte abraço 😉

    Reply
    • One,

      Penso como você.

      Precisamos estar receptivos e dispostos a deixar que a renovação constante faça parte da nossa vida, pois não nascemos prontos. Aliás, temos muito, muito mesmo a aprender durante a jornada da vida.

      Bom saber que gostou da minha frase! 🙂

      Boa semana!

      Reply
  6. Olá Rosana
    Que postagem excelente. Precisamos reforçar os bons hábitos e substituir os ruins, nos policiar a cada dia. Estou vivendo a fase de dar mais valor ao que realmente importa e é preciso coragem para mudar. Amei tudo o que você escreveu, parabéns. Bjs querida.

    Reply
    • Lucinalva,

      Que bom você se interessar em dar valor ao que realmente importa, pois no final, isso resultará em mais satisfação ou mais frustração com a vida, com as decisões e até consigo mesma.

      Ao dar mais valor ao que realmente importa, acabamos nos conhecendo melhor. E a cada escolha, compreendemos melhor qual caminho é o mais adequado de forma pessoal.

      Te desejo sucesso nessa nova fase de sua vida. Aos poucos, você vai perceber que, embora a sociedade muitas vezes critique nosso jeito de ser, trilhar por essa estrada vale muito a pena!

      Boa semana,

      Reply

Leave a Comment