Você ainda é novo, tem a vida inteira pela frente!

Quantas vezes você já ouviu ou disse a frase acima?

E quantas vezes acreditou que ela estava correta?

Quando somos crianças, nossa noção e visão sobre o tempo é bem diferente. E bem limitada.

A contagem regressiva da vida está apenas começando.

E como tudo em quem há fartura, o valor do tempo também é subestimado. Inclusive por nossos pais.

Talvez por isso, ouvimos tantas vezes: “você tem a vida inteira pela frente!”

Dependendo da sua idade, essa frase pode fazer muito sentido. Mas para muitos de nós, não mais.

Veja alguns números:

10 anos = 3.650 dias = 87.600 horas = 315.360.000 segundos

20 anos = 7.300 dias = 175.200 horas = 630.720.000 segundos

50 anos = 18.250 dias = 438.000 horas = 1.576.800.000 segundos

80 anos = 29.200 = 700.800 horas = 2.522.880.000 segundos

Se você sabe que a probabilidade de chegar aos 80 anos é grande, por que então na fase da juventude ou na fase adulta você iria se preocupar se perder alguns dias ou alguns anos?

 

ilustração garota sorrindo usando blusa com a frase você pode fazer qualquer coisa

 

Se você gastar 1.200 dias com bobagens e futilidades, ainda terá 14.600 dias aos 40 anos para utilizar com mais sabedoria e seriedade.

Apesar de não pensar em números absolutos, parece que é assim que nossa mente entende a questão do tempo, pois desde muito pequenos somos ensinados a ver as coisas dessa forma. Porém, os pais se esquecem – ou ignoram completamente – o básico e óbvio fato de que o avô de hoje foi a criança de ontem.

Ou seja, o tempo passou muito mais rápido do que esperávamos. Ignoramos sua lenta, porém contínua, certa, silenciosa e implacável passagem.

E um dia chegamos a conclusão de que não temos todo o tempo do mundo como nos ensinaram.

 

Mais cansaço, menos ânimo

O tempo desperdiçado na juventude não pode ser recuperado na idade adulta ou na velhice.

Não apenas porque o tempo é um recurso não renovável, mas porque os interesses, o vigor, o ânimo, a motivação para iniciar novos projetos não são mais os mesmos – salvo exceções.

Com o passar dos anos, vamos ficando mais tranquilos, pesamos mais nossas decisões.

E muitas vezes até nos acostumamos demais com a desculpa de estarmos velhos demais para fazer certas coisas, para iniciar novos projetos.

E muitos, ainda se aperfeiçoam muito mais na arte das justificativas, principalmente por não terem feito o que deveria ter sido feito no momento certo.

 

Não desperdice seu tempo!

Eu considero que tempo e saúde são os bens mais valiosos que possuímos.

Tempo perdido ou mal utilizado não tem retorno. E quando a doença se instala, dá muito trabalho para recuperar a saúde. E nem sempre isso é possível.

Por isso, queria te levar a pensar um pouco: em que você tem usado o seu tempo?

O que tem merecido a sua atenção?

Você procura agir com sabedoria? Com inteligência e planejamento?

Ou mais no estilo ”deixe a vida me levar”?

        

A vida precisa ser leve para ser agradável e saudável, porém não se pode confundir leveza com delegar as decisões ao acaso ou à outras pessoas.

Cada um precisa ter consciência e responsabilidade de fazer suas próprias escolhas, já sabendo de antemão que cada escolha terá suas próprias consequências. Daí a importância do preparo adequado, pois se com ele muitas vezes as coisas já não saem como esperado, imagine sem.

Procure fazer boas escolhas. O máximo que conseguir, pois um dia – que pode demorar muito ou não – os resultados demonstrarão bem se suas decisões foram acertadas.

 

O que passou, passou

Não adianta chorar o leite derramado.

Da mesma forma, não adianta chorar pelo tempo perdido, pois ele não voltará mais.

O que está em suas mãos é usar o momento presente da melhor maneira possível, pois esse é o único que você realmente tem.

Pensar no passado é bom, pois ele pode nos ensinar o que não devemos fazer.

Pensar no futuro nos ajuda a imaginar o que queremos para a nossa vida.

Mas é no presente que as coisas realmente acontecem, que o futuro almejado pode começar a tomar forma dia após dia.

 

ilustração com a frase fazendo download do futuro. Aguarde. Ou cancele.

 

Sua atenção precisa estar no presente

Como eu disse acima, é no presente que as coisas realmente acontecem.

Que os objetivos e os sonhos se tornam realidade.

Por isso, que na maior parte do tempo possível, sua atenção esteja no presente. No que você está fazendo agora.

Quando você faz uma coisa pensando em outra, sua atenção fica prejudicada.

E de repente, o que poderia resultar em boas ideias ou soluções, transforma-se apenas em algo mediano.

Se você pensar que cada segundo é único e que nunca mais se repetirá, mais sentido ainda fará cultivar o hábito de viver o momento presente da maneira mais consciente e responsável possível.

Assim como o presente mostra de forma muito clara a qualidade de seus pensamentos e escolhas do passado, o futuro mostrará a qualidade de suas atitudes do presente.

E não dá para esperar bons resultados quando as decisões são deixadas ao acaso ou quando se acredita que o tempo perdido da juventude pode ser recuperado mais para frente. Essas são duas grandes ilusões da vida. E de consequências muito amargas.

Você não tem todo o tempo do mundo como te ensinaram na infância.

Por isso, faça boas e conscientes escolhas. Elas são essenciais para que você alcance uma vida leve, agradável e feliz.

 

Créditos das imagens: Natalia Lavrinenko e Gerd Altmann – Pixabay

 

        

12 thoughts on “Você ainda é novo, tem a vida inteira pela frente!”

  1. Murto legal e como é importante esse cálculo para vermos o tempo que passou e quanto há por vir. Portanto…vamos aproveitar, sem desperdiçar momentos de sermos felizes! beijos, lindo dia! chica

    Reply
    • chica,

      A vida passa tão rápido! Por isso, nada melhor do que procurar viver como você disse: “aproveitar, sem desperdiçar momentos de sermos felizes.”

      Um bom final de semana,

      Reply
  2. Excelente texto, Rosana!

    Penso que tudo começa na decisão de tomar consciência da finitude de nossos recursos de tempo. Plantar boas decisões exige valores como autoconsciência, planejamento e execução consciente.

    Abraços!

    Reply
    • Guilherme,

      “Plantar boas decisões exige valores como autoconsciência, planejamento e execução consciente.”
      Sua frase ficou perfeita! Resume muito bem a base da vida.

      Um bom final de semana,

      Reply
  3. Sempre uma boa leitura por aqui!
    A vida no presente é fundamento para a felicidade. Ansiedade, sofrimento antecipado (quase sempre hipotético) e altas expectativas de cenários improváveis angustiam tanta gente que, sem notar, já vive uma realidade privilegiada e cheia de razões para satisfação.
    Abraço

    Reply
    • Aposente Cedo,

      “A vida no presente é fundamento para a felicidade.”
      Você disse tudo. Viver o presente é a melhor escolha.

      O que disse sobre as altas expectativas me fez lembrar de uma frase bem conhecida de Zygmunt Bauman: A sociedade de consumo só pode prosperar enquanto conseguir tornar perene a insatisfação de seus membros.

      Precisamos compreender que, apesar de tudo, temos muito mais motivos para agradecer do que imaginamos.

      Abraços,

      Reply
  4. Geralmente procuro agir com sabedoria e planejamento mas agora com 40 anos me pergunto se isto foi correto. Deixei de curtir muita coisa, hoje ja nao tenho animo pra nada, nao me interesso por mais nada. Já considero que vivi a vida e se for amanhã acho que estará de bom tamanho.

    Reply
    • Julio,

      Com o tempo a gente aprende que o caminho do meio é o mais adequado.

      Sobre a falta de ânimo, será que não tem relação com seus próprios questionamentos? Apesar de parecer contraditório, muitas vezes nossos próprios pensamentos podem se tornar nossos piores inimigos.

      Espero que em breve você encontre sentido para a sua vida.

      Agradeço por sua visita. Espero que goste do conteúdo do meu blog. 🙂

      Reply
  5. Se você pensar que cada segundo é único e que nunca mais se repetirá, mais sentido ainda fará cultivar o hábito de viver o momento presente da maneira mais consciente e responsável possível

    Bom dia de toda paz, querida amiga Rosana!
    Viver fazendo o bem independente de receber compensação, faz termos a consciência reta e nos garantirá.um futuro muito sereno.
    Tenha dias abençoados!
    Beijinhos

    Reply
    • Rosélia,

      “Se você pensar que cada segundo é único e que nunca mais se repetirá…”
      Acredita que desde a infância tenho uma consciência bem clara sobre isso?

      Cada segundo é único mesmo. Que cada um de nós tenha sabedoria para compreender o quanto o tempo é valioso e dessa forma utilizá-lo da melhor forma possível.

      Abraços,

      Reply
  6. É muito bom fazer reflexões sobre o correr da vida.
    O presente é o que temos e o que fazer dele é toda nossa arte de viver. Muitos se perdem num frenesi de querer construir rápido no presente, o que pensa que será útil e necessário lá no futuro, do qual não se tem a mínima ideia de o alcançar. O passado deixou suas marcas e aprendizados numa sandália havaiana, que hoje não usa mais, pois os sapatos não ecológicos de couro de jacaré apoderaram dos pés, que por certo vão sentir saudades desta chinelas lá na frente se houver. Os dias ditos perdidos são como as noites esquecidas nas madrugadas, não tem como recuperar, mas vai se afirmar, dizendo que viveu e assim vamos atropelando dias e vendo o túnel se aproximar. Atravessá-lo é o nosso desafio Rosana.
    Viver cada dia o hoje com piscadelas ao passado pelo retrovisor, onde revisamos falhas e esticar os olhos para frente para saber que o passado vai ficando distante.
    É preciso saber se valeu a pena o tanto que se viveu e quer pela frente.
    Será arte?
    Abraços e bom domingo de feliz semana.

    Reply
    • Toninho,

      Excelentes ponderações e reflexões.

      Precisamos de mais simplicidade, de mais plenitude de vida. E para conseguir isso, nada melhor do que dar um passo por vez. Pode ser devagar, mas que seja na direção certa. Todos erramos, mas a sabedoria está em assumir o erro e mudar a trajetória.

      “O presente é o que temos e o que fazer dele é toda nossa arte de viver.”
      Sua bela frase me lembrou de um trecho da música Aquarela, de Toquinho:

      “E o futuro é uma astronave
      Que tentamos pilotar
      Não tem tempo, nem piedade
      Nem tem hora de chegar
      Sem pedir licença
      Muda a nossa vida
      E depois convida
      A rir ou chorar”

      “É preciso saber se valeu a pena o tanto que se viveu e quer pela frente.”
      O que estamos plantando?
      Para onde nosso hoje está nos levando?
      Eis duas grandes questões para profundas reflexões.
      Muitas dessas reflexões serão dolorosas. Porém são necessárias.
      Muito mais necessárias do que podemos imaginar.

      Boa semana,

      Reply

Leave a Comment