Um dia você aprende

Hoje o meu post será um pouco diferente. Vou parafrasear o texto “Um dia você aprende”.

Essa publicação de Veronica Shoffstall é atribuída erroneamente a Shakespeare. Só descobri isso ao escrever meu post. Dessa forma, coloco aqui como referência a versão que utilizei como inspiração.

 

Depois de algum tempo você aprende

Depois de algum tempo você aprende que o amor-próprio é uma das qualidades mais admiráveis que cada um de nós pode e precisa ter.

Descobre que o sorriso sincero faz bem ao corpo, à mente e ao espírito.

Aprende que por curtos períodos a tristeza pode ser muito útil e necessária, pois sinaliza que algo está errado e precisa ser modificado antes que traga prejuízos maiores.

Entende que o estresse ocasionado por coisas bobas ou irrelevantes, além de nocivo, é totalmente inútil e desnecessário.

 

um dia você aprende placas em direções opostas

 

Descobre que é preciso fazer boas escolhas, pois o resultado delas um dia inevitavelmente chegará.

Aprende que cultivar hábitos simples pode tornar a vida mais leve e agradável.

Um dia você aprende que se plantar flores, lindas borboletas visitarão o seu jardim, mas que sem atitudes, nada de bom acontecerá.

 

Depois de algum tempo você entende

Entende que dormir a quantidade adequada de horas é essencial para a manutenção da saúde, do vigor, do ânimo, da motivação e que o cansaço diário é um convite ao sono reparador.

Compreende que o exercício físico é essencial para a vida e que mesmo não sendo do seu agrado, é importante mantê-lo em sua rotina.

Aprende que a alimentação é muito mais do que a satisfação do paladar e que é com ela que você nutre ou prejudica suas células e seu corpo.

Descobre que ouvir os sinais do seu corpo pode evitar muitos aborrecimentos e muitas doenças crônicas.

Entende que não vale a pena se importar com quem não se importa com você e que precisa aprender a dar mais valor às pessoas que gostam de você.

Entende que o dinheiro é um meio que pode ser utilizado para comprar muitas coisas boas, mas que possui seus próprios limites.

Compreende que o que você faz com o seu dinheiro fala muito mais sobre você do que você imagina.

Entende que não é porque algo está na moda que você precisa comprar também e que muitas vezes quando o produto é de graça, você é o produto.

Compreende que a roda do consumo sempre vai girar em alta velocidade, até que as pessoas entendam que não precisam comprar tanto como aprenderam no passado.

Descobre que é você quem escolhe se quer caminhar pelas avenidas das distrações e ilusões humanas ou se procurará viver de forma mais realista e prática, sem perder tempo ou gastar dinheiro com hábitos irrelevantes de consumo.

Descobre também que a Educação Financeira é algo que você deveria ter aprendido na escola, nos primeiros anos de sua jornada estudantil, mas que ainda dá tempo de aprender.

 

Depois de algum tempo você percebe

Percebe que a vida passa muito mais rápido do que você imagina e que por isso precisa aprender a dar mais valor ao que realmente importa.

Compreende que a vida tranquila das gerações anteriores não irá mais voltar, mas que você pode ter uma vida mais simples, com menos redes sociais e mais tempo para o que importante para você.

Descobre que ninguém muda ninguém e que cada um de nós só será capaz de dar o primeiro passo no caminho da mudança se realmente tiver bastante determinação, interesse e disciplina.

Descobre que o que é importante para você nem sempre é importante para os outros e que para ter relacionamentos saudáveis você precisa aceitar as diferenças e entender que cada um teve uma criação diferente.

Entende que a impermanência da vida também pode ser vista como boa e positiva e que ela não abrange apenas perdas e derrotas.

Compreende que o tempo de vida de seus queridos animais de estimação passa rápido demais e que por isso você precisa aprender a valorizar cada momento vivido ao lado deles.

Descobre que viver e aproveitar o momento presente da maneira mais consciente possível é uma das formas de alcançar a plenitude e a satisfação em sua breve existência.

Entende que a vida pode sorrir para você, se você sorrir para ela.

Aprende que não se pode estacionar na vida, mas que você precisa aprender a renovar sua mente a cada dia, pois isso faz parte de seu próprio desenvolvimento pessoal. 

        

Aprende que idade mais avançada e maturidade nem sempre caminham juntas, que muitos idosos têm o comportamento bem parecido com o dos adolescentes, inclusive sendo chamados de envelhescentes e que muitos adultos jovens são mais sábios do que aqueles que estão na terceira idade.

Compreende que a pressa atrapalha o alcance de bons resultados e que sempre é melhor esperar 60 segundos para atravessar a rua com o semáforo aberto para pedestres do que correr o risco de ser atropelado ou até de perder a vida por não querer esperar apenas 60 segundos.

Você entende que tão importante quanto acelerar é aprender a desacelerar, pois muitas vezes você está sobrecarregado de atividades sendo que muitas delas podem ser delegadas à outra pessoa ou até mesmo excluídas.

Descobre que a acumulação não faz sentido algum, que muito do tempo gasto com arrumação e organização pode ser utilizado com experiências mais ricas, agradáveis e até inesquecíveis.

Um dia você aprende que quando o telefone toca de madrugada é muito melhor que seja engano, pois do contrário, a chance de ser uma notícia ruim é enorme e se assim for, lá se foi sua noite tranquila de sono.

 

Depois de algum tempo você compreende

Compreende que você vive em uma espécie de geração analgésico, na qual a dor é vista como um intruso que precisa ir embora o mais rápido possível, sem que se procure encontrar sua causa ou aprender o que ela tem para ensinar.

Entende que não são apenas as coisas nocivas visíveis que podem fazer mal à você, mas também aquelas que habitam em sua mente, tiram sua paz e envenenam sua alma.

Entende que por mais que você se esforce e se importe, muitas pessoas simplesmente não se importam com você, que algumas não querem te ver bem e que você precisa se afastar daqueles que te deixam triste, te fazem mal ou drenam a sua energia vital.

Compreende que você é o resultado das pessoas com quem mais convive e que isso pode elevar sua vida à patamares maravilhosos, inimagináveis ou afundá-la em um abismo.

Entende que você também influencia as pessoas e que o melhor a fazer é dar bons e inspiradores exemplos para que o futuro de todos possa ser melhor.

Você aprende que precisa dar mais valor às pessoas que querem te ver bem, que te admiram, que tornam o seu dia mais feliz e que fazem com que você se sinta valorizado, renovado e motivado.

Aprende que você não é todo mundo e que não é porque todos estão fazendo algo que você precisa fazer também, pois você é uma pessoa única, que merece todo respeito e consideração por ser exatamente quem você é.

Entende que a autorresponsabilidade é essencial para o crescimento pessoal, que não adianta culpar os outros por seus erros e que assumi-los é um sinal de maturidade.

Um dia você aprende que as palavras podem edificar ou destruir e que você precisa de muita sabedoria e discernimento para saber de forma assertiva se suas palavras mais ajudam ou mais atrapalham. 

 

Depois de algum tempo você descobre

Descobre que a única pessoa com a qual você deveria se comparar é com você mesmo em relação a quem era e a quem é hoje, pois apenas você sabe o que passou e como chegou onde está. 

Compreende que você está exatamente onde deveria estar de acordo com as escolhas que fez até hoje e que muitas vezes esse é o lugar ou a situação que mais queria evitar.

Descobre que muitas vezes o silêncio é ouro, que muitas palavras são desnecessárias e que a comunicação simples e clara pode ser eficiente.

Entende que mesmo com as escolhas equivocadas do passado você pode a partir desse momento começar a fazer boas escolhas, traçar novos planos que realmente tenham a ver com você e com quem você quer se tornar.

Compreende que a coerência é essencial para uma vida realmente satisfatória e que falar uma coisa e fazer outra só irá criar conflitos mentais que tirarão a sua paz.

Aprende que o tempo é um recurso não renovável, que 1 minuto perdido com atividades irrelevantes, preocupações ou sentimentos ruins não voltará nunca mais e que se você fizer um balanço de sua vida, perceberá que desperdiçou muito tempo exatamente com essas 3 coisas.

Descobre que a saúde é um tesouro de inestimável valor, que você precisa estar bem consciente do que costuma usar para alimentar suas células e sua mente, pois o corpo aguenta hábitos prejudiciais por um tempo, mas um dia a conta vai chegar.

 

Um dia você entende

Entende se o que se tornou hoje é motivo de alegria ou de tristeza para você mesmo.

Aprende que se quiser paz, você precisa ter pensamentos e atitudes nesse sentido e que entretenimentos que causam algum tipo de estresse ou tensão exagerados são totalmente incoerentes com a paz esperada.

Entende que os animais de estimação são grandes professores e que você pode aprender muito com eles se estiver disposto.

Entende que a vida pode ser bela ou trágica, simples ou complicada, alegre ou triste e que você, somente você é quem pode fazer boas escolhas para que sua vida se torne o máximo possível parecida com o que você espera.

Aprende que valorizar o tempo, a boa alimentação, a saúde, o sono reparador, as pessoas queridas, os animais de estimação, os bons hábitos, a coerência, o amor-próprio são tão importantes quanto valorizar a própria vida.

 

flor com emoticon sorrindo e água por baixo

 

E após tudo isso que aprendeu

Seja grato, pois você tem muito valor.

Valorize a sua própria vida.

Valorize o que é importante para você.

Faça boas escolhas.

E seja feliz.

 

Créditos das imagens: Pixabay

        

6 thoughts on “Um dia você aprende”

  1. Que lindo ficou tua adaptação dnesse texto! Realmente tomara paremos para pensar em tudo que pela vida aprendemos .è muito! Por isso, temos que continuar a tentar aprender e cada vez seres melhores nos tornar! beijos, lindo dia! chica

    Reply
  2. Rosana, excelente texto, parabéns!

    A jornada da vida é verdadeiramente a jornada do conhecimento acumulado das experiências vividas.

    Você tem total razão em seu texto, de que devemos ser muito sábios em nossas escolhas.

    Abraços!

    Reply
    • Guilherme,

      “A jornada da vida é verdadeiramente a jornada do conhecimento acumulado das experiências vividas.”
      Por isso, precisamos escolher muito bem quais conhecimentos realmente valem a pena de acordo com nossos objetivos e propósitos de vida.

      Bom saber que gostou do meu post! 🙂

      Reply

Leave a Comment